Carrapichana minha terra natal

Sendo um nome ímpar no vocabulário português, a origem da minha terra deve-se a uma lenda local.
Conta-nos a tradição que aquele vocábulo provém de uma senhora de seu nome Ana, que seria uma figura típica não só daquele lugar, como de outros lugares vizinhos.
Conhecida pela sua voz aguda e de corpo bastante forte, não se ficava só por estes dotes, pois era, igualmente, uma grande apreciadora de bom vinho.
Assim, no que tocasse a beber, ela batia-se de igual para igual, conseguindo devorar, de um só trago, qualquer copo de vinho que lhe aparecesse.
Quando lhe davam a beber o vinho, os taberneiros incentivavam-na, dizendo:
– “ESCORROPICHA ESSE COPO, ANA!” (Escorripichar=beber até ao fim).
Com o passar do tempo, a localidade passou a designar-se por “Carrapichana, por via erudita de “Escarrapicha, Ana!”
Aliás, na frontaria de um prédio, sito na Rua da Amoreira, naquela freguesia, encontra-se esculpida uma figura de pedra, a que o povo chama CARRAPICHANA, mulher que deu o nome à terra onde morava e que pertence ao concelho de Celorico da Beira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.